Falando sobre ONG V FREPOP II Internacional

  

Fórum Social Mundial
V FREPOP – II Internacional de Educação Popular
 
Oportunidade única de apresentar meus projetos de incentivo à leitura em escolas públicas e os resultados, além de interagir com parceiros sensíveis e idealistas.
 
Reencontrei amigos, indiquei profissionais e conheci novos companheiros disponíveis; empenhados na luta por um mundo dígno e justo; suas necessidades e pontencialidades foram desenvolvidas e aproveitadas em todas as áreas; todos tiveram seus espaços respeitados.
 
Sobre meus dias de evento, gostaria de agradecer, por exemplo, os comentários do David (RJ), incentivando meu projeto realizado nas comunidades de mulheres durante o debate; a presença do Paride (Itália), que demonstrou uma visão sensível e humanitária para desenvolver projetos bem sucedidos; a companhia da nossa guerreira e corajosa Claudia, com seu belíssimo projeto nas comunidades rurais; a experiência de conviver com o respeito e sabedoria do Nazareno; a oportunidade de conhecer melhor a Janice, coordenadora de cursos do SENAC/SC, convidada por mim, para um debate sobre as propostas de filosofia nas escolas; a citação da Salete, no encerramento do evento, sobre a divulgação que fiz aos meus amigos, via internet; a dedicação e hospitalidade da Comissão Organizadora, Cleusa, Folquito e família, e vários outros momentos riquíssimos de parceria ideológica.
 
Títulos acadêmicos, que geralmente servem para inspirar segurança e tolerância aos participantes dos debates, foram relevantes diante das experiências sobre os projetos desenvolvidos; suas alternativas, soluções e conceitos apresentados pelos debatedores.

Além de toda manifestação cultural, é importante transmitir para vocês o vínculo de solidariedade e amizade que existiu na ONG V FREPOP II Internacional. É difícil agradecer a Organização do evento da forma que merece; mesmo diante das dificuldades surgidas por causa do aumento significativo de participantes, acrescentando mais responsabilidades e providências, a equipe superou todas expectativas.

 

Títulos acadêmicos, que geralmente servem para inspirar segurança e tolerância aos participantes dos debates, foram relevantes diante das experiências sobre os projetos desenvolvidos; suas alternativas, soluções e conceitos apresentados pelos debatedores.

Além de toda manifestação cultural, é importante transmitir para vocês o vínculo de solidariedade e amizade que existiu na ONG V FREPOP II Internacional. É difícil agradecer a Organização do evento da forma que merece; mesmo diante das dificuldades surgidas por causa do aumento significativo de participantes, acrescentando mais responsabilidades e providências, a equipe superou todas expectativas.

 
O FREPOP é uma experiência ímpar que conta com o apoio de grandiosos parceiros no ensinar e no aprender… Neste último, emocionei-me com os trabalhos lindamente desenvolvidos; conheci a solidariedade de quem me acompanhou para fortalecer meus objetivos, apresentando as melhores maneiras de enriquecê-los.
 
Enfim, o evento foi uma grande escola voluntária de como ser menos egoísta, mais humilde, menos exclusivista, mais atuante e solidário para construir um novo mundo nos caminhos da educação.
 
Um abraço à todos, Até mais, ElianaPontes
 
 V FREPOP parceiros de MT, ES, RJ, SC, SP e também do exterior
 
 
 
Amigos no Convento almoçando, rumo ao V FREPOP

   Fórum Social Mundial - V FREPOP 2007 - Estou entre meus novos am
 
 
 
 
   V FREPOP 2007 Olga (Cuba), Kapitango (África) e eu (Floripa do B
Anúncios

MEMÓRIAS DO IV FREPOP

 

V Fórum Regional de Educação Popular do Oeste Paulista – II Internacional
(V FREPOP
– II Internacional)

DE 25 A 28 DE JULHO DE 2007

“EDUCAÇÃO POPULAR, DIREITO À INFORMAÇÃO, À PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO E A TODAS AS FORMAS DE EXPRESSÃO – UM OUTRO MUNDO É POSSÍVEL”

V Fórum Regional de Educação Popular do Oeste Paulista – II Internacional
(V FREPOP
– II Internacional)

DE 25 A 28 DE JULHO DE 2007

“EDUCAÇÃO POPULAR, DIREITO À INFORMAÇÃO, À PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO E A TODAS AS FORMAS DE EXPRESSÃO – UM OUTRO MUNDO É POSSÍVEL”

 
 
Somos parte de um grupo significativo de pessoas, entre homens, mulheres, jovens, adultos, de todas as etnias, confissões religiosas e político-partidárias, engajados no projeto de transformação do País, através da Educação Popular.

Divinizar ou diabolizar a tecnologia ou a ciência é uma forma altamente negativa e perigosa de pensar errado. De testemunhar as camadas populares, às vezes com ares de quem possui a verdade, um rotundo desacerto.

Pensar certo, pelo contrário, demanda profundidade e não superficialidade na compreensão e na interpretação dos fatos . Supõe a disponibilidade à revisão dos achados, reconhece não apenas a possibilidade de mudar de opção, de apreciação, mas o direito de fazê-lo. Mas como não há pensar certo à margem de princípios éticos, se mudar é uma possibilidade e um direito, cabe a quem muda  que assuma a mudança operada. Do ponto de vista do pensar certo não é possível mudar e fazer de conta que não mudou. É que todo pensar certo é radicalmente coerente .     

                         

                                                                                                                                                                                                              
 
    
 
 
     
 
         
 
 
 

Fórum Social Mundial – IV FREPOP – I Internacional

 

 FÓRUM SOCIAL MUNDIAL – IV PREPOP    I  Internacional
25, 26, 27 e 28 de julho de 2006 – Lins / São Paulo / Brasil

 PROJETO DE INCENTIVO CULTURAL
“Escritora entre Alunos"
(tópicos dos alguns assuntos apresentados na oficina)

Introdução
"Um livro não pode ficar na prateleira esperando por alguém,
é preciso gerar curiosidade para ele ser lido e compreendido"

Caderno de Incentivo à Leitura- de Eliana Pontes
Revista técnico-científico doado a cada aluno participante, de 4ª a 6ª séries 
textos motivacionais para estimular o prazer em ler)

Breve explicação sobre os seguintes temas do Caderno:
·       Reflexões e atitude no incentivo à leitura
·       A Arte de ler e escrever
·       A escrita nos meios de comunicação
·       O Escritor
·       Pequeno roteiro de um pretendente a escritor

   Comentários sobre as seguintes obras da autora, entregues às escolas:
Um Coração Aberto em Florianópolis 
Floripa em Versos e
Fábulas Reais

  Atividades em sala de aula, tais como:

 ·       Explicações da autora sobre os temas do livro
·       Leitura de algumas poesias dos alunos
·       Leitura das versões de alguns de seus textos
·       Críticas e perguntas polêmicas dos alunos
·  Análise dos alunos sobre a autora

· Desenhos de interpretação dos textos pelos alunos…

Além de: 
·       Apresentação do livro Reescrevendo Eliana Pontes
(pelos alunos da Escola Pública Juscelino Kubitschek)
·       Demonstração dos depoimentos dos professores
·        Exibição das matérias televisiva nas escolas públicas
·        Demonstração dos gráficos de tipo de assunto e perguntas feita pelos alunos
·       Exposição da agenda das escolas beneficiadas no projeto cultural