Visita na AVELISC

Visita na Associação de Veleiros e Preservação Ecológica da Lagoa da Conceição – Florianópolis/SC
15 Anos de AVELISC

VELAS DOS VENTOS AFINADOS
(ElianaPontes)

Foi uma experiência compartilhada com os comandantes dos barcos movidos pela essência da vida: o oxigênio. Os ventos em missão de confraternização, disciplina, edificação do ser humano. Todos seus navegadores têm seus prêmios, seus presentes, seus dons, seus afazeres que são apresentados no grande dia da regata; a regata da liberdade em manusear o que tem de melhor na natureza.

Os ventos sopram dentro e fora de casa; sopram em velas no mar, nos lares de aniversário, nas pranchas que deslizam em ondas generosas; sopram os ventos em asas deltas, ou no simples prazer de viver como um velejador.

Se todos tivessem a consciência de que somos velejadores, o mundo seria menos violento, menos possessivo, melhor compartilhado; dividido, somado e multiplicado na matemática da vida.

É necessário saber o sabor de dar oportunidade para a natureza agir sobre nós. É simples ser um cidadão saudável, ser fruto dos benefícios do ar que não sabe pedir licença, mas nos concede o prazer de respirarmos juntos em harmonia com a vida. Não é difícil compreender os limites dos ventos, interagir com ele, perceber que o nascimento é um sopro e que a morte é a possibilidade de uma nova vida ao lado do nosso perfeito Criador.

É tão fácil proporcionar atitudes de respeito com o meio ambiente da natureza humana. Respeitar a natureza é conviver desfrutando de seus presentes gratuitos e espontâneos que nos faz feliz.

Que estas velas soprem como um exemplo de que a família não tem preço, nem lugar, nem idade, para existir; é só seguir respeitando o percurso dos ventos e dos mares, embaixo do céu e sobre a terra.

Obrigada por conceder a oportunidade desta experiência, da esperança de resgatar o ser humano numa competição de regata como a sua, onde todos são vencedores.

Que Deus abençoe as competições programadas em nível estadual e internacional. Que os habitantes do planeta sigam o exemplo dos veleiros que sabem como ninguém interagir com os ventos, especialmente na convivência com a natureza; compreendendo e preservando seus limites, sua velocidade, seu ritmo, sua forma de ser, em tempestades e calmarias. 

OBS: Numa das fotos em que estamos reunidos no gramado (estou na ponta do lado direito) foram entregues os troféus e sortiado brindes aos participantes. Também foi comemorado 15 anos de  AVELISC (tem um bolo de aniversário na mesa).

as caravelas do novo milênio atualizada   Eliana assistindo regata   Vitelli no barco

eu e Bila         Eliana e Jackie min     premições no aniversário da  AVELISC min

Anúncios